Realizando o sonho de trabalhar no exterior

Trabalhar no exterior é o sonho de muita gente por várias razões. Seja por causa da crise econômica atual, pela vontade de se aventurar em terras estrangeiras ou para enriquecer a experiência profissional, cada vez mais os brasileiros estão interessados em oportunidades de trabalho no exterior.

Porém, um passo importante para concretizar este sonho nada tem a ver com idealizações, mas sim com burocracia, afinal, é preciso criar estratégias para formalizar a situação num país estrangeiro antes de partir.

imagem de uma mulher jovem ao celular simulando o pedido de orçamento de tradução juramentada

O primeiro passo para trabalhar fora

O primeiro passo é pensar em qual área profissional você deseja se encaixar e começar a buscar vagas, já que sair do Brasil com a garantia de um emprego no exterior é a forma mais fácil de realizar o seu sonho. Para isso, é importante traduzir o seu currículo e uma carta de intenções para o idioma do país desejado (ou pelo menos para o inglês), de forma que, ao primeiro contato com uma empresa, você esteja pronto para apresentar a sua qualificação.

trabalhar no exterior

Apesar de ser a forma mais garantida de trabalhar no exterior, conseguir uma oferta de trabalho num país estrangeiro com a alta concorrência atual pode ser bem difícil e levar bastante tempo. Por isso muita gente opta em migrar com um visto temporário de estudante com permissão de trabalho, para a partir daí começar a busca por um emprego já no país desejado.

Para tanto, geralmente você precisará apresentar a documentação exigida pelo consulado do país de destino e também pela instituição de ensino na qual realizará o curso. Atenção às possíveis exigências de tradução certificada de certificados acadêmicos (diplomas, histórico escolar, etc.), que podem ser exigidos por alguns países.

E ainda que este tipo de tradução específica não seja solicitada, você certamente precisará ao menos de uma tradução convencional de sua documentação.

Trabalhar no exterior: antes da viagem

Lembre-se também de ter o básico da documentação necessária em dia (principalmente o seu passaporte) e informe-se sobre o tempo necessário para conseguir documentações extras (como vistos e afins) antes de agendar a sua viagem.

É fundamental também buscar informações junto ao consulado do país para o qual pretende migrar, já que a documentação específica exigida pelos países para que estrangeiros possam trabalhar e estudar varia de acordo com a legislação de cada um.

solicitar orçamento de tradução
Orçamento online